• Coach Vitor

Por que fazer um diário alimentar?

Fala pessoal, hoje eu vou dar uma outra dica simples que pode ter um grande impacto na sua alimentação.

Fazer um Diário Alimentar!

Não precisa ser pra sempre, mas sugiro fazer isso por pelo menos duas semanas.

Porque muita gente pensa que se alimenta de uma maneira muito saudável e só uma escapulida de vez em quando. Entretanto, se você realmente registrar tudo que come no seu dia-a-dia, pode ser que você ajuste um pouco esse seu pensamento.

Documentar o que você come e bebe em cada refeição vai te dar uma visão muito melhor dos seus verdadeiros hábitos alimentares e não apenas o que você percebe que come. E isso pode ser um processo muito benéfico.

Ele pode te ajudar a se concentrar no que exatamente você tem comido e quando tem comido. Te dando dados mais concretos do que apenas “Sim, acho que como muito bem.”

Ou, esse processo pode abrir seus olhos pros seus verdadeiros hábitos alimentares. Talvez hoje em dia você pense que só come sobremesa muito de vez em quando, quando na verdade você come 2 a 3 sobremesas por semana! Esse até pode ser um exemplo exagerado, mas você nunca sabe bem o que vai descobrir até realmente acompanhar algo né...

Agora, um dos grandes segredos nisso tudo é tentar não mudar drasticamente seus hábitos alimentares por enquanto. A ideia é que esse seja um processo a longo prazo, porque mudar muita coisa de uma vez só nunca costuma ser muito duradouro.

Isso não quer dizer que você pode meter o pé na jaca o tempo todo... se você tem feito isso, com certeza vai ser benéfico já começar a tentar mudar algo, mesmo que aos poucos!

Mais importante agora do que tentar comer perfeitamente o tempo todo, é fazer um esforço bem grande em registrar tudo que você come. Isso que vai te dar os dados e as informações que você precisa pra fazer mudanças boas e sustentáveis.

Porque se você fizer uma mudança grande no que está comendo agora, enquanto está fazendo esse registro, apenas pra, depois dessas duas semanas, voltar a comer exatamente o que costumava comer, então não vai ter adiantado muita coisa esse esforço.

Então, com isso em mente, apenas escreva o que você come e bebe em cada refeição, além de como você se sentiu depois. Se você se sentir letárgico após uma determinada refeição, anote isso. Se você sentir que ficou animado depois do almoço num certo dia, certifique-se de anotar. Isso vai ajudar mais tarde, na hora de analisar seu diário de alimentação.

Então vamos lá, arrume uma agenda, algum caderno, use a seção de notas do seu smartphone, ou algum aplicativo, existem vários. A maneira como você vai fazer isso não importa, contanto que você faça! E o ideal é que você registre imediatamente após a refeição, para não ficar dependendo da sua memória. Você pode até mesmo tirar uma foto de tudo que você come para poder anotar mais tarde!

E uma coisa muito importante que a gente quer evitar agora é ficar analisando as calorias e as porcentagens de macronutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas), e acabar sendo consumido por isso. Tem um momento certo para tudo, mas agora, a gente quer fazer isso de maneira simples e sustentável. Registre O QUE você come, e esqueça a análise específica de calorias e macros que sua alimentação pode conter, ok?

Caso você queira um modelo de Diário de Alimentação, me manda uma mensagem que tenho um aqui que posso te enviar. É ótimo pra deixar com você em algum lugar que você possa atualizá-lo de maneira fácil no dia-a-dia.

6 visualizações
Endereços

Unidade Humaitá

Rua Voluntários da Pátria, 470 (Sobrado)

Botafogo - Rio de Janeiro - RJ

CEP: 22270-010

Unidade Bambina

Rua Bambina, 147
Botafogo Rio de Janeiro - RJ

CEP: 22251-050